Tag Archives: natureza

Bem Vindo a Floresta

2 nov

Pico_da_tijuca_9

Todo mundo sabe que a Floresta da Tijuca é uma das maiores florestas urbanas do mundo e que ela faz parte do Parque Nacional da Tijuca junto com o morro do Corcovado, onde fica o nosso querido Cristo Redentor, o Mirante da Dona Marta, a bela Vista Chinesa, a famosa Pedra da Gávea, dentre outros lugares. É sem dúvida um lugar diferenciado que contribui muito para que o Rio de Janeiro seja considerado a Cidade Maravilhosa. E eu, como um verdadeiro carioca, tive o prazer de conhecer de perto esse oásis repleto de vistas incríveis, paisagismos surreais e aquela sensação de paz e tranqüilidade ao som dos pássaros e cachoeiras parecendo estar em outro lugar totalmente desconectado da agitação e tensão da cidade grande.

Uma das coisas que me chamou a atenção foi a harmonia entre a floresta e seus visitantes, o que me deu vários momentos incríveis e me fez tirar muitas fotos. E é impressionante ver como as pessoas  que visitam o lugar se preocupam e compartilham com a preservação ambiental, pois, você não encontra lixo no chão,  não vê ninguém fazendo mal aos animais e nem depredando esse patrimônio nacional. E isso reflete um pouco na história dessa magnífica floresta que em 1861 começou, durante a gestão do Visconde do Paraná que na época era como se fosse um Primeiro Ministro, os trabalhos de reflorestamento e preservação ambiental visando recuperar os mananciais de água e também pelo receio de que, o efeito da devastação que a floresta sofrera em função das fazendas de café que por anos exploraram a área, secassem os rios que abasteciam a cidade.  Criando um ambiente realmente muito bonito e de deixar qualquer um de queixo caído, um prato cheio para quem, como eu, adora tirar fotos imaginando belas paisagens.

E por mais que queira você não consegue explorar tudo em apenas 1 dia porque existem milhares e milhares de trilhas, grutas, pontos de observação, fontes e praças para serem visitados. As trilhas tradicionais e mais conhecidas são bem sinalizadas e existem policiamento e guardas florestais espalhados por toda a área urbanizada da floresta, o que facilita para ninguém se perder. As mesmas passam em paralelo às ruas que ligam as áreas urbanizadas da floresta com os pontos turísticos. Através dessas trilhas internas é possível chegar à cachoeiras e riachos bem legais onde você encontra pessoas descansando, se refrescando, ou pensando na vida e buscando alguma inspiração.

floresta-da-tijuca-05

Existem áreas com churrasqueiras ao ar livre que tem parquinho para crianças, banheiros comunitários próximos e lugar para estacionar o carro. Uma boa oportunidade para levar a família e amigos para comemorar aniversários ou eventos.

Quem não vier preparado para fazer um churrasco ou piquenique, não se preocupe, existem dois restaurantes excelentes para almoçar uma boa comida caseira. Chamados de Restaurante da Cascatinha e Restaurante dos Esquilos, ambos abrem a partir do 12:00 e tem estacionamento próximo.

Eu não posso deixar de falar de alguns lugares muito legais que devem ser visitados como, por exemplo, a Cascatinha Taunay onde foi filmada uma cena do Filme “O Hulk”, a Capela Mayrink que até hoje tem cerimônias de casamento, o Lago das Fadas que por sinal é muito, mas muito bonito, a Cachoeira das Almas, o Bom Retiro, o Mirante do Excelsior que fica a 611 metros acima do nível do mar, a Cascata Gabriela, o Jardim dos Manacás com a Fonte Wallace, a fazenda e o Bosque dos Eucaliptos e o belo Açude da Solidão.

Outro lugar bem legal também é o Centro de Visitantes que tem exposições permanentes de uma Maquete do Parque Nacional da Tijuca e suas trilhas, dados geológicos e várias curiosidades sobre o Parque.

ATENÇÃO: não se aventure nas trilhas sem o acompanhamento de um guia que conheça muito bem a Floresta da Tijuca. O risco de se perder no local é muito grande.

Agora, para os quem gostam de uma aventura, indico as trilhas de mata fechada que levam para lugares incríveis como:
O pico da Tijuca, que tem 1022 metros de altitude, é o ponto mais alto do parque e o segundo mais alto do município do Rio de Janeiro. Sua trilha está sinalizada e não oferece grandes dificuldades. É considerada uma trilha com grau de dificuldade média e leva a um dos locais com paisagens mais privilegiadas da cidade.
O Bico do Papagaio que tem 989 metros de altitude é uma das trilhas mais requisitadas e recomendadas. Considerada leve, de curta duração, e com um lindo visual 360 graus da cidade ao chegar ao cume. E também o Morro dos Castelos da Taquara, Pedra do Conde e Morro da Cocanha.

A Floresta abre todos os dias das 08:00 até as 17:00 (Durante o Horário de Verão fica aberto até as 18:00) e o acesso é muito fácil para quem tem carro porque existem varias estradas que levam à floresta, como por exemplo: Portão de entrada Sumaré – Estrada do Sumaré, Portão de entrada Caboclos – Rua Almirante Alexandrino, Portão de entrada Macacos – Estrada Dona Castorina, Portão de entrada Passo de Pedras – Estrada da Vista Chinesa, Portão de entrada Sapucaias – Estrada do Redentor, Portão de entrada Solidão – Estrada do Açude da Solidão, Portão de entrada Cascatinha, Estrada das Canoas – Para chegar à Pedra da Gávea e Pedra Bonita e a Estrada Grajaú-Jacarepaguá – Para chegar ao conjunto da Floresta de Três Rios.
E de ônibus de acordo com o Rio Ônibus, basta pegar o 345, 301, 304, 333 ou 302 e descer no Alto da Boa vista no Portão da Cascatinha.

Uma riqueza de valor inestimável que infelizmente poucos têm consciência disso. Esse é um lugar que todos os Cariocas devem conhecer e cuidar, porque afinal esse paraíso faz parte do nosso quintal. Espero que sirva de exemplo e que mais lugares como este continue sendo preservados por todo o Brasil.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: